Aba 1

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 03 de Abril às 14h53

SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR NO BRASIL: QUALIDADE E RASTREABILIDADE

Revisões (21)

Por Bruno Zylbergeld

A adesão ao uso de suplementos alimentares na dieta diária cresce a passos largos no Brasil. Devemos isso a popularização da suplementação esportiva pelos adeptos dos exercícios diários ou aqueles que procuram melhores resultados em performance, e devido também ao constante desenvolvimento tecnológico aplicado na busca de novos ativos eficazes na prática clínica contemporânes.

É de extrema importância enfatizar que suplemento alimentar, mesmo que enquadrado legalmente como alimento, se for administrado da forma incorreta e incompetente pode trazer consequências desastrosas ao organismo, mas quando prescrito por profissionais devidamente habilitados pode render benefícios magníficos.

Infelizmente e atualmente no Brasil, a suplementação é amplamente indicada por profissionais não habilitados ou capacitados para exercer essa função, ou até mesmo recomendada por entusiastas da prática física, refletindo dessa forma diretamente na dificuldade da aprovação legal para o uso de novos ativos e implicando também na péssima qualidade de alguns produtos encontrados no mercado.

Além dessa indicação irregular de suplementação, ainda nos deparamos, infelizmente, com um número crescente de empresas que utilizam de subterfúgios legais para seus “desvios” de qualidade com diferenças absurdas de até 20% na concentração de qualquer componente da formulação.

Temos também, em minha opinião, uma situação pior; empresas que praticam a comercialização irregular de ingredientes, alterando a nomenclatura dos ativos para que se enquadrem como autorizados pela Agência Sanitária, situação muito mais perigosa quando comparada aos desvios de qualidade, pois reações alérgicas adversas podem se desenvolver para quadros graves e possivelmente letais, lembrando que a correta nomenclatura dos ingredientes não é parte integrante dos dizeres de rotulagem obrigatórios por motivo de marketing e sim, por motivo de SEGURANÇA! E a quem cabe fiscalizar a qualidade e eficácia do que está sendo oferecido? Cabem às Agências Sanitárias municipais e federais, que apresentam obviamente uma ação limitada devido a quantidade de fábricas e marcas de suplementos no Brasil.

E cabe principalmente ao consumidor e mais ainda ao profissional prescritor verificar a qualidade e a eficácia do que está sendo oferecido no produto, sendo de extrema importância comunicar aos órgãos legais cabíveis quando o produto for considerado fora do padrão ou das especificações. Somente com o auxílio através de denúncias realizadas pelos prescritores e consumidores insatisfeitos, que as Agências Sanitárias competentes terão acesso às informações que podem remover empresas parasitas do mercado nacional elevando, dessa forma, a qualidade da suplementação no País.

Aqui vale um adendo para aqueles profissionais que indicam determinadas marcas pois recebem qualquer forma de bonificação por isso. Essa prática é ILEGAL e condenável pelos conselhos de classe podendo ser punida com multa ou até suspensão do direito de exercer a profissão.

Seguem algumas dicas de informações importantes na hora da escolha da marca do suplemento:

• Clareza nas informações de rotulagem, quanto mais informações técnicas sobre o conteúdo, melhor.
• O serviço de atendimento ao consumidor ou ao profissional deve ser realizado por profissionais habilitados e treinados, além de oferecer TODA INFORMAÇÃO TÉCNICA solicitada, como nome dos fornecedores, artigos científicos e as informações técnicas sobre os ingredientes. Rastreabilidade é fundamental!
• As informações mais importantes sobre o produto estão expostas na parte de trás da embalagem, como os ingredientes e as informações nutricionais. Não escolham um produto pela sua aparência e sim pelas informações técnicas contidas em sua apresentação.
• Desconfiem de ingredientes com nomes comercias não esclarecidos, como exemplo fictício; “Power Mega Vitamins Mix Plus®”, observem que não está descrito quais os componentes desse mix, além de irregular, pode ser perigoso.
• Acompanhem o “feed back” de seus pacientes após a suplementação, ninguém entende mais dos efeitos da suplementação do que quem sente esses efeitos.
• Toda tecnologia tem seu custo, sejam exigentes e cautelosos quando oferecerem alta tecnologia a preço de banana.

Somente com o auxílio de todos, consumidores, prescritores e laboratórios, conseguiremos juntos elevar a qualidade dos suplementos alimentares à níveis de excelência e, dessa forma, limitar o acesso ao mercado apenas às empresas idôneas e comprometidas com a qualidade, rastreabilidade e eficâcia!

Veja também

Colágeno: o nutricosmético mais procurado!22/08/17 O colágeno é uma das proteínas mais abundantes do corpo. Porém, com o passar dos anos sua produção pelas nossas células diminui, aparecendo algumas alterações como por exemplo, problemas articulares, flacidez e rugas. Além disso, ao envelhecermos diminuímos nossa capacidade de regeneração e de defesa contra radicais......
Quitosana e seu Efeito Antiobesidade!15/05/17 O conhecimento das comorbidades mais frequentes relacionadas com a obesidade é importante, pois auxilia no diagnóstico precoce e no tratamento destas condições, sendo que muitas vezes, essas doenças podem ser tratadas ou......
A farinha funcional que auxilia no controle da diabetes09/11/17 A biomassa da banana é uma pasta que atua como excelente espessante, e que pode ser utilizada de várias formas e em diversos pratos, sem provocar alteração no sabor das refeições. Ela possui fibras, minerais e......

Voltar para Revisões