Aba 1

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 01 de Maio de 2017 às 07h57

Termogênicos Naturais no Combate à Obesidade!

ClinicMais e Chá Mais | Produtos Naturais para Nutrição Clínica e Funcional A obesidade pode ser definida como o acúmulo de tecido adiposo. O ganho de peso se deve a um aporte calórico excessivo e crônico de substratos...

A obesidade pode ser definida como o acúmulo de tecido adiposo. O ganho de peso se deve a um aporte calórico excessivo e crônico de substratos combustíveis presentes nos alimentos e bebidas (proteínas, hidratos de carbono, lipídios e álcool) em relação ao gasto energético (metabolismo basal, efeito termogênico e atividade física).

A busca pela alimentação, surgida da necessidade do processo metabólico, é determinada por sistemas sensórios específicos, associados ao cheiro e gosto. O controle de energia consumida está baseado em um conjunto de interações que formam a psicobiologia do comportamento alimentar, envolvendo o apetite, os processos fisiológicos e metabólicos, e o sistema nervoso.

O tratamento farmacológico não cura a obesidade, mas pode controlar a doença e diminuir as comorbidades. Os alimentos termogênicos são aqueles que apresentam um maior nível de dificuldade em ser digeridos pelo organismo, fazendo com que esse consuma maior quantidade de energia e caloria para realizar a digestão. Todos os alimentos requerem energia para serem digeridos, ou seja, têm a capacidade de aumentar a temperatura corporal e acelerar o metabolismo, aumentando a queima de gordura. No entanto, existem alguns que se destacam mais que os outros, pois induzem o metabolismo a trabalhar com ritmo acelerado, gastando mais calorias, sendo estes classificados como termogênicos.

A termogênese corresponde à energia na forma de calor gerada ao nível dos tecidos vivos. A quantidade de calor produzida é diretamente proporcional à taxa de metabolismo basal, quantidade de calor produzida no estado de repouso em presença de um ambiente térmico neutro onde nenhuma transferência de calor ocorre entre o organismo e o meio ambiente. 40-60% da energia proveniente da hidrólise do trifosfato de adenosina, ATP, é perdido sob a forma de calor.

Do ponto de vista fisiológico, admite-se que a produção de calor nos animais possa ser dividida em duas categorias: termogênese obrigatória e facultativa. A termogênese obrigatória – TMB (Taxa Metabólica Basal) - é o somatório de todo o calor produzido no organismo, estando este em vigília e repouso, na temperatura ambiente e em jejum de pelo menos Já a termogênese facultativa é todo o calor produzido além da TMB. É o resultado do aumento da ineficiência termodinâmica mitocondrial e do aumento do turnover de ATP associado, por exemplo, à contração muscular durante atividades diárias mínimas ou à prática de esportes.

Referências:

Rosa, Glorimar, Tássia Conti, and Viviane Sohn. "Uso de alimentos termogênicos no tratamento da obesidade.

Magalhães, Sónia, et al. "Termorregulação." Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Serviço de Fisiologia (2001).

Veja também

Estudo de caso: suplementação oral do colágeno hidrolisado na cicatrização de feridas na complicação cirúrgica de mastoplastia redutora12/09/17 Por Luisa Amábile Wolpe Simas Colágeno é uma tripla hélice de cadeia de aminoácidos alfa que compõe as fibras de sustentação do corpo. é a proteína mais abundante do corpo humano, representando 25% do total de proteína, sendo o maior constituinte do tecido conectivo (pele, tendões, cartilagem e ossos). O colágeno......
Sarcopenia e suplementação!14/10/16 O envelhecimento está ligado ao grupo de alterações do desenvolvimento que ocorrem nos últimos anos de vida e está associado a alterações profundas na composição corporal. Com a idade, há......
Amora e Gérmen de soja: A dupla reguladora dos hormônios21/08/17 Os alimentos de origem vegetal apresentam compostos não-nutrientes (fitoquímicos) com atividades biológicas ditas promotoras da saúde, tais como atividades antioxidante, anti-inflamatória e hipocolesterolêmica. Entre......

Voltar para Revisões